Buscar
  • Luís Mazzaro

A importância do Laudo Técnico na Engenharia

Atualizado: 7 de abr. de 2021

O CONFEA (Conselho Federal de Engenharia e Agronomia) dispõe em sua resolução Nº 345, de 27 de julho de 1990 (1) a distinção entre os trabalhos técnicos de Vistoria, Arbitramento, Avaliação e Perícia :


"a) VISTORIA é a constatação de um fato, mediante exame circunstanciado e descrição minuciosa dos elementos que o constituem, sem a indagação das causas que o motivaram.


b) ARBITRAMENTO é a atividade que envolve a tomada de decisão ou posição entre alternativas tecnicamente controversas ou que decorrem de aspectos subjetivos.


c) AVALIAÇÃO é a atividade que envolve a determinação técnica do valor qualitativo ou monetário de um bem, de um direito ou de um empreendimento.


d) PERÍCIA é a atividade que envolve a apuração das causas que motivaram determinado evento ou da asserção de direitos."


Embora a Vistoria tenha caráter de documentar um fato ou situação, sem aprofundar-se quanto às causas, valores monetários e tampouco procure dirimir controvérsias, sua importância nos serviços de Engenharia não pode ser negligenciada.


Somente a Vistoria bem executada, traduzida no Laudo Técnico, sempre acompanhado da respectiva Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) do profissional, permite às partes interessadas (contratante, cliente, mantenedor etc) e, em última análise, à sociedade, conhecerem os detalhes da situação apresentada com o olhar técnico e a fidedignidade esperada da Engenharia.


Detalhes de equipamentos, instalações, máquinas, dispositivos e processos adequadamente documentados, permitem que os responsáveis por sua manutenção, conservação e operação possam atuar de maneira corretiva e preventiva, sempre em prol da segurança. Ao final, todos ganham.


Do ponto de vista estrito do profissional, a Vistoria dá mais elementos a qualquer serviço técnico decorrente, como por exemplo a elaboração do Plano de Operação, Manutenção e Controle (PMOC) para instalações de Ar Condicionado. Afinal, que sentido faz recomendar um plano de manutenção se não se conhece a fundo o estado atual das instalações?



(1) Disponível em http://normativos.confea.org.br/ementas/visualiza.asp?idEmenta=393.


18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo